Cidinho Santos aprova portaria que muda definição de trabalho escravo

Da Redação e Da Rádio Senado | 18/10/2017, 17h13 - ATUALIZADO EM 18/10/2017, 17h33

O senador Cidinho Santos (PR-MT) elogiou a decisão do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, de editar a Portaria 1.129, de 2017, que alterou as definições de trabalho escravo no Brasil. O parlamentar disse que os brasileiros vivem no que ele considera um “novo país”, no século 21, e que, por isso, precisa se modernizar.

Para Cidinho Santos, a medida aprimora a segurança jurídica e a atuação do governo, ao dispor sobre os conceitos de trabalho forçado e jornada exaustiva. Ao tratar da concessão de seguro-desemprego para pessoas resgatadas em regime de trabalho escravo, na avaliação o senador, a portaria também soluciona problemas da falta de critérios nas fiscalizações.

- Por isso, essa decisão da portaria é louvável. Eu vejo a reclamação que tem aí, principalmente do PT. Mas isso é normal porque o PT, no momento, reclama de tudo, e tudo parece estar errado para eles. Nós precisamos avançar e modernizar nosso país - disse o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
18h57 Proibição de corte de luz às sextas-feiras: O Plenário aprovou o substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei 669/2019, que proíbe o corte do fornecimento de água ou de energia elétrica às sextas-feiras e vésperas de feriado. A matéria vai a sanção.
17h09 Cargos na Polícia Federal: O Plenário aprovou a Medida Provisória 918/2020, que cria funções comissionadas na Polícia Federal e transforma cargos em comissão. A matéria vai a promulgação.
Ver todas ›