Lei inclui abolicionista cearense no Livro dos Heróis da Pátria

Da Redação | 19/07/2017, 10h26 - ATUALIZADO EM 20/07/2017, 11h17

O presidente da República, Michel Temer, sancionou a Lei 13.468/2017, que inscreve o nome do prático e líder jangadeiro abolicionista, Francisco José do Nascimento, no livro dos Heróis da Pátria, mantido no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília.

O texto que deu origem à lei (PLS 184/2014), de autoria do senador José Pimentel (PT-CE), foi aprovado pelo Congresso e enviado à sanção em junho.

Nascido em Canoa Quebrada, em 1839, Francisco José do Nascimento é conhecido como o “Dragão do Mar” e é considerado o maior herói a favor da libertação dos escravos no Ceará. Pescador e marinheiro, trabalhou como prático da Capitania dos Portos do estado, ajudando nas manobras de atracação das embarcações.

Ele liderou os jangadeiros de Fortaleza para que deixassem de transportar os cativos até os navios que faziam o tráfico negreiro para as províncias do sul. O levante acarretou no trancamento do porto cearense por duas vezes em 1881. A recusa do transporte dos escravos levou à decretação da abolição da escravatura na então província do Ceará, em 1884, quatro anos antes do restante do Brasil.

Com informações da Agência Câmara

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Ceará História Senador José Pimentel