Humberto não vê acordo possível em torno da reforma trabalhista

Da Redação | 16/05/2017, 15h47 - ATUALIZADO EM 16/05/2017, 16h17

O senador Humberto Costa (PT-PE) avaliou que não há acordo possível, no Senado, em torno da proposta de reforma trabalhista (PLC 38/2017).

— Isso é um desmonte, a criação de uma situação de desproteção completa dos trabalhadores sob o pretexto de que estamos modernizando as relações de trabalho — acusou o petista.

Ao discursar na sessão de debates temáticos no Plenário do Senado nesta terça-feira (16), Humberto lembrou que o setor produtivo obteve mais de R$ 500 bilhões em desoneração da folha de pagamento no período de 2008 a 2015. Em vez dessa arrecadação ser revertida para a produção, Humberto afirmou “ter ido parar tudo em investimentos financeiros”.

— Então, não venham querer iludir a população brasileira de que isso vai ser feito para gerar mais emprego e formalização no mercado de trabalho. A lógica é acabar com a proteção do trabalho conquistada a duras penas — concluiu Humberto.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)