Dilma não cometeu crime, afirma Regina Sousa

Da Redação | 03/08/2016, 15h00 - ATUALIZADO EM 03/08/2016, 16h01

A senadora Regina Sousa (PT-PI) afirmou nesta quarta-feira (3), em audiência na Comissão Especial do Impeachment, que a denúncia de que Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade não foi comprovada e o prosseguimento do processo de impeachment atende determinação para evitar que a presidente chegue ao final de seu mandato.

— Onde está o dolo da presidenta? Ela alterou o Orçamento? Pelo contrário, ela contingenciou, ela remanejou gastos — afirmou a parlamentar.

Regina frisou que a crise econômica também não é justificativa para o afastamento da presidente da República.

— Fernando Henrique Cardoso foi por três vezes ao FMI para poder fechar as contas e nem por isso foi impedido — disse.

De acordo com a senadora, não há fundamentação técnica ou jurídica para o prosseguimento do processo de impeachment. Para Regina Sousa, Dilma Rousseff foi afastada por ter perdido sua base de apoio no Congresso Nacional.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)