Marcelo Crivella cobra medidas contra intolerância religiosa

Da Redação e Da Rádio Senado | 29/03/2016, 16h45 - ATUALIZADO EM 29/03/2016, 18h27

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) cobrou a adoção de medidas corajosas para evitar o radicalismo nas religiões. Ao prestar homenagem aos cristãos do Paquistão mortos no domingo de Páscoa pela ação de um homem bomba, Crivella fez um apelo à tolerância religiosa e à convivência pacífica que deve existir entre todos os diferentes credos.

Crivella também lamentou a ocorrência de atos de violência praticados recentemente contra muçulmanos no Brasil. Ao comentar essas ações, que incluem até o apedrejamento de uma mulher, o senador manifestou preocupação quanto as reações do povo brasileiro a esses episódios de intolerância religiosa.

— Eu gostaria de lembrar de que a única guerra, o único combate legitimado por Cristo é o combate contra si mesmo, é a luta contra o medo, contra as hesitações, contra as tentações, contra as fraquezas. É a única luta que se prevê no âmbito da fé. Qualquer outra é motivada pelo orgulho, pela prepotência. E eu digo mais: pior pecador é o acusador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
17h13 Aécio Neves: Eunício anuncia como se dará a votação do Ofício do STF: os votos SIM mantêm as medidas cautelares do Supremo contra Aécio. Os votos NÃO derrubam a decisão. Se nenhuma das opções alcançar 41 votos, a votação será repetida.
17h06 Aécio Neves: presidente Eunício Oliveira reabre a sessão deliberativa desta terça-feira. O primeiro item da pauta é o Ofício 70/2017, do STF, que trata do afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato.
16h34 Decisão STF: Presidente Eunício Oliveira anunciou há pouco que a votação sobre a decisão do STF de afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato será aberta.
Ver todas ›