Blairo Maggi defende a retomada do debate do impeachment da presidente Dilma Rousseff

Da Redação e Da Rádio Senado | 07/03/2016, 19h53 - ATUALIZADO EM 07/03/2016, 20h00

O senador Blairo Magg (PR-MT) defendeu a retomada do debate do impeachment da presidente Dilma Rousseff no Congresso Nacional.

Se Dilma for afastada, disse Blairo Maggi, o vice-presidente Michel Temer deve assumir o posto, mesmo sem contar com respaldo popular, o que o obrigará a fazer um governo de coalizão, junto com o Congresso Nacional e as lideranças civis organizadas.

Blairo Maggi disse que o governo Dilma conduziu com desleixo a economia do país, levando o Brasil a uma recessão nunca vista e para a qual ainda não há saída. Acoplada à questão econômica, a credibilidade do governo se esgarça em função dos acontecimentos políticos dos últimos dias.

- A saída para o Brasil é política, e eu penso que a saída política para o Brasil é a discussão do impeachment. Não dá para varrer para debaixo do tapete como se não estivesse acontecendo nada, porque a situação do país é bastante grave, é uma situação que merece todo o nosso cuidado - afirmou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senador Blairo Maggi