Ana Amélia diz que governo pune trabalhador ao não corrigir tabela do IR

Da Redação e Da Rádio Senado | 17/02/2016, 15h53 - ATUALIZADO EM 17/02/2016, 18h37

A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que o governo federal pune o trabalhador ao não corrigir a tabela do Imposto de Renda pela inflação que, conforme lembrou, já passou os 10%. Ela citou especialistas no assunto que afirmam que o aumento da inflação e a consequente correção salarial fazem o trabalhador isento cair nas faixas de contribuição. Com isso, muitos que não pagavam, vão passar a pagar, afirmou.

Por isso, Ana Amélia defendeu a aprovação de projeto de lei do Senado (PLS) 2/2014, que no final do ano estava em análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), estabelecendo que a tabela do Imposto de Renda seja corrigida sempre pela inflação.

Ela acrescentou que a atualização da tabela do Imposto de Renda representaria um alívio de até 60% no valor do imposto a pagar.:

— O contribuinte poderia, se a tabela estivesse devidamente corrigida pela inflação, ter um alívio no valor do imposto. Mas o governo, ao contrário, preferiu aumentar a carga dos trabalhadores, disfarçadamente, na surdina. Quem estava apertado, agora está ainda mais, com maiores dificuldades - protestou a senadora.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Senadora Ana Amélia