Comissão de combate à violência contra a mulher fará audiências em outros estados

Da Redação | 11/08/2015, 18h13 - ATUALIZADO EM 11/08/2015, 18h38

Em reunião da Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher, nesta terça-feira (11), foi apreciado o plano de trabalho para definição do calendário sobre as ações e diligências que serão realizadas no interior do país.

Foram aprovados requerimentos para que seja estendida ao estado do Ceará a visita realizada ao município de Castelo do Piauí (PI), onde quatro adolescentes foram vítimas de estupro coletivo no último mês de maio. Uma das vítimas morreu em razão das agressões.

Também será realizada uma diligência na cidade de Cavalcante (GO), com a finalidade de apurar os casos de exploração sexual e de mão de obra doméstica contra crianças do povo Kalunga.

Foi aprovado ainda requerimento da relatora da comissão, deputada Luizianne Lins (PT-CE), para a promoção de um debate sobre as políticas públicas de combate à violência contra as mulheres no Ceará.

A comissão também aprovou convite ao presidente da SaferNet Brasil, Thiago Tavares Nunes de Oliveira, para participar de audiência pública para debater o PL 5.555/2013, que altera a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/ 2006) criando mecanismos para o combate a condutas ofensivas contra a mulher na internet ou em outros meios de propagação da informação.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: