Eduardo Azeredo manifesta pesar pela morte de dona Kyola

Da Redação | 18/01/2004, 23h00

O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) levou sua "palavra de solidariedade ao presidente (do Senado) José Sarney e à senadora Roseana Sarney" (PFL-MA) pela morte de sua mãe e avó, dona Kyola, na semana passada, em São Luís (MA). O representante mineiro afirmou que o país se acostumou a ver dona Kyola sempre trazendo uma palavra de tolerância e de sabedoria aos momentos, bons e ruins, do filho, durante o período em que ocupou a Presidência da República.

Durante a votação do requerimento de pesar pelo falecimento de dona Kyola, o parlamentar lembrou a aprovação pelo Senado, no final do ano passado, do Estatuto do Idoso. Ele desejou que a morte de dona Kyola "mantenha viva esta chama de respeito aos mais velhos, a todos os idosos do Brasil que já deram sua parcela de trabalho para a construção de nossa sociedade". Azeredo registrou que fazia a homenagem em nome de seu estado e do seu partido.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: