Justiça dá 48 horas para Aneel e ONS explicarem novo apagão no Amapá

15/01/2021, 12h57

A Justiça Federal no Amapá determinou prazo de 48 horas para que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a empresa Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) expliquem as causas do apagão que deixou 13 das 16 cidades do estado sem energia elétrica por cerca de quatro horas na quarta-feira (13). O despacho do juiz federal de Macapá João Bosco Costa Soares da Silva foi em resposta ao pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Proferida na quinta-feira (14), a decisão também prevê, em caso de descumprimento, multa aos responsáveis, bem como outras punições previstas em lei. Reportagem, Iara Farias Borges, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
15h32 Comissão de Fiscalização e Controle: O senador Reguffe (Podemos-DF) foi eleito presidente da Comissão de Fiscalização e Controle (CTFC) para o período 2021-2023. O senador Marcos do Val (Podemos-ES) foi eleito vice-presidente dessa comissão.
12h37 Comissão de Relações Exteriores: Por aclamação, a senadora Kátia Abreu (PP-TO) foi eleita presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) para o período 2021-2023.
Ver todas ›