Economista questiona dados do governo que embasam reforma da Previdência

23/09/2019, 10h34

Selo_ReformaPrevidencia2.jpgEm audiência na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) na sexta-feira (20), o economista Pedro Paulo Bastos, professor da Universidade de Campinas, questionou os dados usados pelo governo para embasar a reforma da Previdência (PEC 6/2019). Segundo ele, seus estudos usam a mesma base de cálculos do governo, mas não apontam necessidade econômica de uma reforma. O senador Paulo Paim (PT-RS) está estudando formas para mudar a proposta antes da votação em segundo turno, prevista para a primeira quinzena de outubro. Ouça mais detalhes na reportagem de José Odeveza, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
11h55 Reforma da Previdência : A Comissão de Constituição e Justiça aprovou relatório às emendas de Plenário à reforma da Previdência (PEC 6/2019). Do total de 11 emendas, duas, de redação, foram acatadas pelo relator. A PEC vai a votação em Plenário, às 14h.
11h51 Crédito entre BB e BID: A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou autorização para operação de crédito entre o Banco do Brasil e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 600 milhões.
11h36 Franquia empresarial : A Comissão de Assuntos Econômicos aprovou projeto (PLC 219/2015) que atualiza o marco legal das franquias empresariais. A matéria segue para o Plenário.
Ver todas ›