Congresso derruba veto que impedia reajuste de agentes de saúde

17/10/2018, 19h45 - ATUALIZADO EM 18/10/2018, 12h26

O Congresso Nacional derrubou nesta quarta-feira (17) o veto que impediria o aumento do piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias (VET 32/2018). Com a decisão, as duas categorias poderão ter um salário de R$ 1.250 no ano que vem. Em 2020, o valor passará para R$ 1.400 e, no ano seguinte, para R$ 1.500. A partir de 2022, o reajuste será definido pelo Congresso Nacional. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, rebateu os argumentos da equipe econômica da falta de recursos. A representante da categoria, Ilda Correia, destacou a importância da derrubada do veto, mas ressaltou que o reajuste ainda depende dos prefeitos. A Confederação Nacional dos Municípios estima uma despesa extra de R$ 5 bilhões para as prefeituras. Ouça os detalhes na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download