Nomes de todos os beneficiados por isenção fiscal devem ser divulgados, defende Randolfe

13/06/2018, 10h27 - ATUALIZADO EM 13/06/2018, 10h31

De acordo com o Tribunal de Contas da União, 44% dos benefícios fiscais não passam por nenhum tipo de fiscalização. Os senadores aprovaram em Plenário na terça-feira (12) o texto-base de um projeto (PLS 188/2014) do senador Randolfe Rodrigues (Rede–AP) que autoriza a Receita Federal a divulgar os nomes de pessoas e empresas beneficiadas por renúncia fiscal. A relatora, senadora Lúcia Vânia (PSB–GO), apresentou destaque estabelecendo que sejam divulgadas somente as empresas, e não as pessoas físicas. Randolfe Rodrigues não concorda com o destaque e disse esperar um acordo com a relatora. Ele conversou sobre o projeto com os jornalistas da Rádio Senado Adriano Faria e Marcela Dinis.



Opções: Download