Campanha Maio Amarelo conscientiza sobre acidentes e mortes no trânsito

07/05/2018, 11h35 - ATUALIZADO EM 14/05/2018, 14h24

Selo_Maio_AmareloA oitava edição da campanha Maio Amarelo traz o tema: “Nós somos o trânsito” e tem o objetivo de conscientizar a população sobre os altos índices de acidentes e mortes no trânsito. No Senado, os parlamentares analisam diversos projetos que tratam dessa questão, entre eles, o PLS 1/2008, do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que torna crime hediondo o acidente fatal provocado por motorista bêbado ou sob o efeito de outras drogas. Em abril, o Senado aprovou e enviou à Câmara dos Deputados o PLS 426/2012, do senador Eduardo Amorim (PSDB-SE), que destina 30% da arrecadação com multas de trânsito para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este ano foi sancionada a lei que cria o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans). O relator da proposta que deu origem a nova lei, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), acredita que a medida pode reduzir pela metade os índices de mortes nas estradas. Informações com a repórter Marciana Alves, da Rádio Senado.



Opções: Download