Senadores e índios defendem retomada da demarcação de terras indígenas

23/04/2018, 13h32 - ATUALIZADO EM 23/04/2018, 16h13

Em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), parlamentares, índios de diversas etnias e especialistas defenderam a retomada das demarcações das terras indígenas no país. Os convidados denunciaram o descumprimento da Constituição e de tratados internacionais e criticaram a paralisia do atual governo, o único desde 1985 que não homologou nenhuma terra indígena. Os convidados também denunciaram uma série de violações nas aldeias e comunidades espalhadas pelo Brasil. Entre elas, a falta de políticas de educação e saúde, o confinamento em áreas restritas e o aumento dos conflitos agrários e dos assassinatos de índios. Também apontaram o risco de retrocesso nos direitos indígenas em uma série de projetos em análise no Congresso Nacional. O senador Paulo Paim (PT-RS) disse que a demarcação é importante para pacificar os conflitos no campo. A reportagem é de George Cardim, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
18h57 Proibição de corte de luz às sextas-feiras: O Plenário aprovou o substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei 669/2019, que proíbe o corte do fornecimento de água ou de energia elétrica às sextas-feiras e vésperas de feriado. A matéria vai a sanção.
17h09 Cargos na Polícia Federal: O Plenário aprovou a Medida Provisória 918/2020, que cria funções comissionadas na Polícia Federal e transforma cargos em comissão. A matéria vai a promulgação.
Ver todas ›