Senadoras criticam desigualdades no mercado de trabalho para mulheres

08/03/2018, 19h25 - ATUALIZADO EM 09/03/2018, 13h45

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que as mulheres recebem menos que os homens, mesmo com maior escolaridade, e ainda gastam mais horas cuidando das atividades de casa. Essa responsabilidade, segundo o IBGE, afeta a inserção das mulheres no mercado de trabalho. As senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Gleisi Hoffman (PT-PR) e Fátima Bezerra (PT-RN) lamentam o quadro e apontam a reforma trabalhista como um dos fatores responsáveis. A reportagem é de Gustavo Azevedo, da Rádio Senado.



Opções: Download