Proposta busca modernizar Sine e ampliar oferta de vagas de emprego

22/03/2018, 15h44 - ATUALIZADO EM 22/03/2018, 18h04

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) aprovou nesta quarta-feira (21) o projeto que modifica o funcionamento do Sistema Nacional de Emprego (Sine). Entre outras atribuições, o Sine encaminha os interessados a entrevistas de emprego e a cursos de qualificação profissional, emite carteiras de trabalho e paga o seguro-desemprego. O relatório do senador Armando Monteiro (PTB – PE) ao PLC 183/2017 permite que os prefeitos e governadores administrem e financiem as agências do Sistema, mas mantém a coordenação federal. O novo modelo prevê o desenvolvimento de aplicativos para celulares e soluções tecnológicas para facilitar a oferta de vagas e o cadastro de desempregados. Armando Monteiro defende que o sistema criado em 1975 precisa se modernizar. O texto segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). A reportagem é da Rádio Senado. Ouça o áudio.



Opções: Download