Criação de Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas avança no Senado

15/03/2018, 15h17 - ATUALIZADO EM 15/03/2018, 15h59

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa  (CDH) aprovou projeto que cria a Política Nacional de Busca de Pessoas Desaparecidas e o Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas (PLC 144/2017). Aprovada por unanimidade, a proposta teve como relatora a senadora Kátia Abreu (Sem Partido-TO), que destacou dados que mostram que o Brasil registrou 71.796 notificações de pessoas desaparecidas em 2016. Em 10 anos foram pelo menos 693.076 casos. O cadastro será composto por um banco de dados de livre acesso e outros dois com dados sigilosos. A matéria segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Veja a reportagem da Rádio Senado:



Opções: Download