CAE analisa prioridade a regiões menos desenvolvidas em recursos da Caixa

02/03/2018, 13h02 - ATUALIZADO EM 13/03/2018, 14h06

Investimentos na Amazônia, no Nordeste e no Centro-Oeste poderão ser prioritários para a Caixa Econômica Federal. É o que estabelece projeto de lei (PLS 235/2012) do senador Benedito de Lira (PP-AL) que está pronto para ser votado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). A proposta obriga a Caixa a aplicar um mínimo de 44% do total de recursos públicos administrados por ela, como os provenientes do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), nas áreas de atuação das superintendências de desenvolvimento do Nordeste, da Amazônia e do Centro-Oeste. Segundo o relator, senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE), a aplicação da lei deve ser gradual, e os encargos financeiros devem ser os menores cobrados pelo banco. Ouça o áudio com a reportagem de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.



Opções: Download