Oposição critica novo Ministério; governistas dizem que pasta combaterá criminalidade

27/02/2018, 09h29 - ATUALIZADO EM 27/02/2018, 14h53

Começou a tramitar no Congresso Nacional a Medida Provisória 821/2018, publicada nesta terça-feira (27) no Diário Oficial da União, instituindo o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. A nova pasta vai coordenar todas as ações de combate ao crime organizado em parceria com os governadores. As Polícias Federal, Rodoviária Federal e a Força Nacional de Segurança Pública ficarão subordinadas ao novo Ministério. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) avalia que o novo órgão não vai resolver o problema da criminalidade. Já o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) acredita que o Ministério da Segurança Pública combaterá a criminalidade em todo o país e apenas no estado do Rio de Janeiro, alvo da intervenção federal. Mais informações na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.



Opções: Download