Vanessa Grazziotin defende reintegração de funcionários públicos que tenham participado de PDV

04/12/2017, 08h18 - ATUALIZADO EM 04/12/2017, 15h00

O governo federal deve editar uma nova medida provisória para tratar do Programa de Desligamento Voluntário (PDV). A primeira medida provisória sobre o assunto (MP 792/2017) não foi votada a tempo pela Câmara dos Deputados e perdeu a eficácia. O Ministério do Planejamento previa a adesão de 5 mil funcionários, mas, nos quatro meses de vigência, apenas 76 pediram demissão. Em entrevista à jornalista Hérica Christian, no programa Senado em Revista, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), avaliou que o fato de texto não ter sido votado mostra que a medida era inapropriada. A senadora defendeu a votação de um projeto de autoria dela que permite a reintegração ao serviço público de funcionários que tenham participado de programas de desligamento voluntário (PLS 123/2017). Ouça o áudio da Rádio Senado.



Opções: Download