Securitização de dívidas da União, estados e municípios segue para a Câmara

14/12/2017, 09h41 - ATUALIZADO EM 14/12/2017, 13h50

O Senado aprovou, na quarta-feira (13), a proposta que autoriza União, estados e municípios a cederem direitos de crédito ao setor privado (PLS 204/2016). A chamada "securitização" determina que os créditos a receber sejam repassados a instituições como bancos que compram esses créditos com deságio, ou seja, um desconto do valor a receber. A vantagem, segundo os que defendem a proposta, é que o dinheiro a receber seria logo liberado aos estados, evitando o risco de inadimplência. Contrário ao projeto, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) criticou a venda dos créditos que, segundo ele, são cedidos com deságio de até 70% sem passar por nenhum tipo de licitação. O autor da proposta, senador José Serra (PSDB-SP), negou que os créditos sejam vendidos com deságio tão grande. Ele considera que a medida trará um alívio decisivo para as finanças estaduais. Ouça a reportagem de Paula Groba, da Rádio Senado.



Opções: Download