Randolfe defende extinção de auxílio-moradia para políticos e servidores

06/12/2017, 11h02 - ATUALIZADO EM 06/12/2017, 11h03

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) vai analisar proposta que acaba com o auxílio-moradia nos três Poderes (PEC 41/2017). O texto é fruto de uma iniciativa popular que contou com mais de 600 mil assinaturas de apoio no Portal e-Cidadania. A ideia foi transformada em proposta de emenda à Constituição de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Em entrevista ao jornalista Jeziel Carvalho, no programa Conexão Senado, Randolfe defendeu a extinção do benefício, que ele classificou como inadequado, especialmente em tempos de crise. O senador admitiu que a proposta enfrenta muita resistência de parlamentares e de servidores, mas lembrou que a medida é um anseio da sociedade. Ouça o áudio da Rádio Senado.



Opções: Download