Cristovam Buarque propõe fim escalonado da contribuição sindical

16/08/2017, 11h18 - ATUALIZADO EM 16/08/2017, 13h02

Um projeto de lei (PLS 255/2017) do senador Cristovam Buarque (PPS–DF) estabelece escalonamento para acabar, em quatro anos, com a contribuição sindical, que se tornou opcional na reforma trabalhista.  No primeiro ano de vigência da lei que resultar de seu projeto, a contribuição deverá corresponder a 60% do valor pago antes da vigência da reforma trabalhista; no segundo ano, equivalerá a 40%; e a 20% no terceiro ano, sendo extinta no quarto ano, período que o senador acredita ser suficiente para que os sindicatos se organizem financeiramente. Cristovam propõe outras mudanças na legislação trabalhista, incluindo temas como licença capacitação e trabalho intermitente. O senador conversou sobre o projeto com o repórter da Rádio Senado Pedro Henrique Costa.



Opções: Download