IFI aponta aumento de despesas obrigatórias como causa de deficit nas contas da União

25/07/2017, 17h21 - ATUALIZADO EM 01/03/2018, 15h06

O aumento das despesas obrigatórias é uma das causas para os deficits mensais no Orçamento da União. A avaliação consta de nota técnica publicada pela Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado Federal. O diretor-executivo da IFI, Felipe Salto, afirmou que a projeção da entidade para o deficit da União em 2017 é superior a R$ 144 bilhões. Este valor é maior que a projeção do governo federal, que estima um deficit público para este ano de R$ 139 bilhões. Felipe Salto defende a reforma da Previdência e diz que sem a fixação da idade mínima de aposentadoria “vai ser muito difícil o país conseguir voltar ao equilíbrio das contas públicas, ao saneamento das contas do governo”. A reportagem é de Floriano Filho, da Rádio Senado.



Opções: Download