Senado vai analisar projeto que proíbe terceirização da atividade fim

28/03/2017, 20h21 - ATUALIZADO EM 28/03/2017, 20h24

O Senado vai dar prosseguimento à análise do projeto que proíbe a contratação de mão de obra terceirizada para a atividade fim (PLC 30/2015). Um projeto de 1998, apresentado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, foi aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados e seguiu para a sanção presidencial (PLC 3/2001). O Líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL) disse que parte da bancada do PMDB assinou uma nota em que afirma ser contra a sanção do projeto de terceirização aprovado pela Câmara. O senador Paulo Paim (PT-RS) é o relator do projeto mais recente que ainda tramita no Senado. Paim tem esperança que se o PLC 30/2015 for aprovado ele será sancionado e terá preferência sobre o anterior por ser mais recente, proibindo a terceirização das atividades fim das empresas. A reportagem é de Marcella Cunha, da Rádio Senado.



Opções: Download