Senado pode aumentar penas contra violência em torcidas organizadas

14/02/2017, 15h08 - ATUALIZADO EM 14/02/2017, 16h40

O Senado analisa duas propostas que alteram o Estatuto de Defesa do Torcedor com o objetivo endurecer as penas contra torcidas organizadas que se envolverem em conflitos coletivos. Um dos projetos determina o fim das torcidas que se envolverem em tumultos, brigas ou vandalismos em um raio de 5km dos estádios (PLS 28/2014). O texto, de autoria do senador Armando Monteiro (PTB-PE), já foi aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) e aguarda votação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Outra proposta, originária da Câmara dos Deputados, estabelece que as punições devem ser aplicadas não apenas a quem provocar confusões em estádios, mas também a quem invadir treinos, festas ou praticar violência a atletas em seus períodos de folga (PLC 12/2017). Detalhes na reportagem de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.



Opções: Download