Ângela Portela diz que limite de participação do capital estrangeiro na aviação deve ficar em 49%

01/07/2016, 18h24 - ATUALIZADO EM 13/09/2016, 22h45

A senadora Ângela Portela (PT-RR) afirmou que o aumento de participação do capital estrangeiro em empresas aéreas brasileiras será discutido durante a análise do novo Código Brasileiro de Aeronáutica. A MP 714/2016, que trata da reestruturação da Infraero, foi aprovada na última quarta-feira (29) na forma do PLV 13/2016. O texto permite uma abertura de 100% do capital estrangeiro na aviação civil. O compromisso do governo Temer de vetar esse percentual e rediscutir a participação de capital estrangeiro, que atualmente é de 20%, garantiu a aprovação da matéria.

Em entrevista à jornalista Hérica Christian, no programa Senado em Revista, da Rádio Senado, a senadora afirmou que a tendência é a de ampliar o limite para 49%, como estabelecia o texto original da MP. Ouça o áudio da Rádio Senado.



Opções: Download