Igrejas e templos em imóveis alugados podem ficar isentos de IPTU

17/02/2016, 19h58 - ATUALIZADO EM 17/02/2016, 20h10

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (17) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 133/2015, do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), que isenta as igrejas e templos religiosos do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos imóveis que aluguem de terceiros. Hoje, essas entidades são isentas de qualquer tipo de pagamento de tributos e impostos. O texto segue para votação no Plenário.

Saiba mais detalhes sobre o assunto no áudio de Roberto Fragoso, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
10h48 Sabatina de Moraes: o presidente da CCJ, Edison Lobão, indeferiu a questão de ordem de Vanessa Grazziotin. Após recurso, o plenário da comissão manteve a decisão de Lobão.
10h45 Sabatina de Moraes: o senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou que o STF arquivou de forma liminar a investigação mencionada por Vanessa Grazziotin. Ele acrescentou que os senadores podem fazer seus questionamentos diretamente a Moraes.
10h42 Sabatina de Moraes: segundo Vanessa, uma imobiliária que tinha contratos com a prefeitura fez pagamentos à empresa de Moraes entre 2007 e 2010, quando ele era secretário de Transportes. A investigação corre em sigilo.
Ver todas ›