Setor do turismo deve ter queda de quase 40% em 2020 — Rádio Senado
Coronavírus

Setor do turismo deve ter queda de quase 40% em 2020

O setor do turismo é um dos mais atingidos em função da pandemia do coronavírus. De acordo com estudo da Fundação Getúlio Vargas o setor pode cair perto de 40 por cento em 2020. O governo já editou uma medida provisória para a área (MP 948/2020) e senadores como Weverton (PDT-MA) e Eduardo Gomes (MDB-TO) afirmar que a situação é muito preocupante. A reportagem é de Rodrigo Resende, da Rádio Senado.

22/04/2020, 12h47 - ATUALIZADO EM 22/04/2020, 13h06
Duração de áudio: 01:48
Stockphotos/direitos reservados

Transcrição
LOC: ESTUDO DA FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS APONTA QUE SETOR DO TURISMO PODE CAIR QUASE 40 POR CENTO EM RELAÇÃO A 2019. LOC: O GOVERNO EDITOU UMA MEDIDA PROVISÓRIA COM ALGUMAS ALTERNATIVAS PARA EMPRESÁRIOS E TURISTAS. A REPORTAGEM É DE RODRIGO RESENDE: (Repórter) O Brasil recebe, em média, seis milhões de turistas internacionais por ano. O setor do turismo é responsável por 3,7 por cento do PIB e está envolvido diretamente em 3 por cento dos empregos do país. Os dados estão em um estudo da Fundação Getúlio Vargas que prevê uma queda de 38,9 por cento do PIB do setor em relação à 2019 devido à pandemia do coronavírus. O senador Weverton, do PDT do Maranhão, afirma que a situação é alarmante: (Weverton) É muito preocupante, para se ter uma ideia, nós temos uma região lá no estado do Maranhão, dos lençóis maranhenses, Barreirinhas, que vive do turismo. Sul do Maranhão, Carolina, nós temos as lindas cachoeiras de lá. Assim como todo o Brasil, imagine só, toda essa cadeia está afetada, hotéis, restaurantes, bares, postos, vai ter que ser uma grande mobilização nacional. (Repórter) Para o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, do MDB do Tocantins, a situação é realmente grave e atinge cidades turísticas de todo o país: (Eduardo Gomes) Eu quero aqui fazer uma referência à nossa querida Carolina, aos nossos Lençóis Maranhenses, à importância que o turismo tem para o nosso povo lá, e ao sofrimento também daqueles que fazem turismo no Jalapão, em Minas Gerais, em Alto Paraíso, na Chapada dos Veadeiros. Eu sei que esse sacrifício é muito grande nesse período agora (Repórter) O governo federal editou a medida provisória 948 com medidas de auxílio ao setor turístico. A MP traz, por exemplo, a possibilidade de remarcação dos pacotes turísticos em até 12 meses após o fim do período de calamidade pública sem custo para o consumidor. Link para estudo FGV: https://fgvprojetos.fgv.br/artigos/impacto-economico-do-covid-19-propostas-para-o-turismo-brasileiro-abril-2020 PROJETO: MP 948 – (https://www.congressonacional.leg.br/materias/medidas-provisorias/-/mpv/141495)

Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00