CRE pode apresentar emenda para melhorar ações de contra-espionagem — Rádio Senado

CRE pode apresentar emenda para melhorar ações de contra-espionagem

LOC: A COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL DEVE APRESENTAR UMA EMENDA AO ORÇAMENTO 2014 PARA MELHORIA DA ESTRUTURA DAS FORÇAS ARMADAS E DAS AÇÕES DE CONTRA-ESPIONAGEM DO PAÍS.

LOC: FOI O QUE INFORMOU O PRESIDENTE DA COMISSÃO, SENADOR RICARDO FERRAÇO, DO PMDB DO ESPÍRITO SANTO, QUE SE REUNIU NESTA QUINTA-FEIRA COM O COMANDO DO EXÉRCITO.

TEC: O senador Ricardo Ferraço lembrou que neste mês de outubro ocorreria a visita da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos, não fossem as denúncias de que o governo norte-americano rastreou conversas telefônicas e emails de autoridades, empresas e instituições brasileiras. A espionagem levou a presidente Dilma a condenar duramente os Estados Unidos em discurso na Assembléia Geral da ONU; e a cancelar a visita em que seria recebida com honras presidenciais por Barack Obama. O esfriamento nas relações bilaterais, na visão de Ricardo Ferraço, não deve comprometer o histórico de amizade entre os dois países, tampouco os interesses econômicos do Brasil. E destacou que o fluxo comercial entre os dois países chegou a 75 bilhões de dólares no ano passado.

(FERRAÇO) A revelação e manifestação de indignação da presidente Dilma...acho que revelou a indignação em bom tom, mas é preciso que a gente vá adiante considerando efetivamente os elevados interesses do nosso país com os Estados Unidos da América.

(REP) Ferraço disse que a Comissão de Relações Exteriores deve apresentar uma emenda ao Orçamento 2014 para garantir mais investimentos nas Forças Armadas e em ações de contra-espionagem. O senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, que também participou da reunião no Comando do Exército, apoiou a iniciativa.

(MOZARILDO) que de fato o governo priorize a defesa do país, que implica inclusive nessa questão moderna das telecomunicações via internet que possamos também estar equipados, para fazer nosso contra ataque como também para estarmos informados em tempo hábil, porque espionagem existe desde o início do mundo.

(REP) Para Mozarildo, o Brasil não pode mais ser dependente como hoje de satélites americanos e de outros países. Os senadores da Comissão já estiveram na Marinha e vão se reunir também com o Comando da Aeronáutica.
10/10/2013, 01h22 - ATUALIZADO EM 10/10/2013, 01h22
Duração de áudio: 01:59
Ao Vivo

Não é usuário? Cadastre-se.

Ao vivo
00:0000:00