Paim celebra sanção de lei que atualiza o sistema de cotas

Da Agência Senado | 13/11/2023, 16h01

O senador Paulo Paim (PT-RS) celebrou, em pronunciamento nesta segunda-feira (13), a sanção da lei que reformula e amplia o sistema de cotas no ensino federal. O texto é derivado do PL 5.384/2020, aprovado no Senado em outubro. O parlamentar, que foi relator da matéria, destacou ter participado, também nesta segunda-feira, da cerimônia realizada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto.

Paim ressaltou que a nova lei visa à inclusão de alunos de escolas públicas e pessoas em situação de vulnerabilidade, além da população mais pobre, pessoas com deficiência, indígenas, afrodescendentes, brancos, pardos e quilombolas. Para o senador, o texto sancionado é “uma das mais importantes políticas públicas sociais da história do país”.

— A política de cotas existe porque houve, em séculos, muitos descaminhos na sociedade brasileira. Por isso, precisamos corrigir esses desencontros. A universidade não podia continuar sendo quase que um apartheid. Negro, indígena e quilombola não entrava. Com a política de cotas, a exemplo do que o grande líder da África do Sul Nelson Mandela fez, que acabou com o apartheid lá, e melhorou muito a África do Sul... E nós aqui, com a política de cotas, estamos dizendo: negro, branco, índio, quilombola, pessoa com deficiência, branco pobre, como negro pobre, tem que ter espaço na universidade. Essa é a grande revolução — pontuou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Pronunciamento Senador Paulo Paim