Izalci aponta burocracia como principal entrave à inovação

Da Rádio Senado | 28/11/2019, 18h01

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) destacou nesta quinta-feira (28), em Plenário, a importância da inovação para o desenvolvimento do país. Segundo o parlamentar, o Brasil ocupa apenas o lugar número 66 entre 129 países no Índice Global de Inovação de 2019, uma posição que classificou como muito pouco satisfatória. Para ele, 'a primeira pedra no caminho' dos projetos de pesquisa e inovação é a burocracia.

Izalci disse que, às vezes, importantes projetos de inovação deixam de ser financiados por não se encaixarem em um edital ou porque a obtenção dos documentos e o cumprimento das exigências tomam mais tempo do que a pesquisa em si. Além disso, na concessão de créditos e recursos, não há critérios que avaliem o sucesso ao longo do tempo. Não há distinção entre iniciativas exitosas e aquelas que não estão alcançando resultado, criticou. 

— É perceptível que os avanços científicos, sejam na área de saúde, sejam em qualquer outra área, melhoram muito a vida das pessoas. Mas não basta que nós esperemos que outros desenvolvam esse avanço. O Brasil precisa participar desse processo de inovação. Quebrar barreiras burocráticas e estabelecer a eficiência para nortear esta caminhada nos ajudará a fortalecer o ecossistema de inovação brasileiro, com resultados positivos e de impacto para todos nós.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
12h06 Tecnlogia 5G: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou o Requerimento 62/2019, para criar uma subcomissão temporária para acompanhar a implantação da tecnologia 5G de telefonia móvel. O colegiado vai ser composto por cinco senadores.
12h06 Rádios comunitárias: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou, em caráter terminativo, 13 autorizações para rádios comunitárias nos estados de Pernambuco, Santa Catarina, Paraná, Tocantins, Ceará e Rio Grande do Sul.
11h47 Participação popular: Aprovada na Comissão de Ciência e Tecnologia a proposta que define hipóteses de bloqueio de usuários do portal e-Cidadania, de participação popular no Senado. O PRS 65/2019 segue para análise na Comissão Diretora.
Ver todas ›