CAE autoriza empréstimo de US$ 27 milhões para Vila Velha (ES)

Da Redação | 29/10/2019, 11h27

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou nesta terça-feira (29) a autorização da Presidência da República para a contratação de operação de crédito externo, com garantia da União, entre o município de Vila Velha (ES) e o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), no valor de US$ 27,6 milhões. A autorização para o pedido de empréstimo (Mensagem 82/2019) segue com urgência para o Plenário.

De acordo com a Prefeitura de Vila Velha, os recursos serão destinados ao Programa de Requalificação Urbana e Melhorias Ambientais na cidade, com o objetivo de viabilizar obras de drenagem e pavimentação de vias, calçadas e ciclovias e a instalação de pontos e abrigos de ônibus em pelo menos 30 bairros do município. Além disso, o programa pretende utilizar os recursos para estruturar unidades de conservação e preservação ambiental no município.

O relator, senador Otto Alencar (PSD-BA), recomendou a aprovação do empréstimo.

Ao pedir o apoio dos senadores à aprovação da operação de crédito, a senadora Rose de Freitas (Podemos-ES) afirmou que a prefeitura precisa dos recursos para melhorar a infraestrutura do município.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h43 Orçamento de ministérios: Senado aprovou, em votação simbólica, abertura de crédito suplementar de mais de R$ 615 mi em favor dos Ministérios da Agricultura, da Justiça e da Defesa. O PLN 17/2020, já aprovado pelos deputados, vai à sanção presidencial.
20h41 Derrubado veto a serviços jurídicos sem licitação: Senadores derrubaram veto (VET 1/2020) ao projeto que permite dispensa de licitação para contratação de serviços jurídicos e de contabilidade pela administração pública (PL 4.489/2019). A proposta segue à promulgação.
19h54 Derrubado veto à telemedicina: Os senadores derrubaram veto (VET 6/2020) ao projeto que regula o exercício da telemedicina durante a pandemia de covid-19 (PL 696/2020). Os dispositivos que haviam sido vetados seguem para promulgação.
Ver todas ›