José Luiz Machado e Costa é aprovado como embaixador na Hungria

Carlos Penna Brescianini | 21/08/2019, 20h58

O Senado aprovou, nesta quarta-feira (21), a indicação do diplomata José Luiz Machado e Costa para o cargo de embaixador na Hungria. Votaram a favor 47 senadores, 3 contra e 4 se abstiveram. A indicação do governo federal foi relatada pelo senador Marcio Bittar (MDB-AC).

Costa é diplomata de carreira e fez por três vezes fez parte da missão brasileira junto à Organização dos Estados Americanos (OEA)  (1987-1990, 2002-2006 e 2015-2018). Também foi embaixador em Bogotá (1990-1993), Assunção (2006-2008), Paramaribo (2008-2012) e Porto Príncipe (2012-2015).

Entre os cargos ocupados no Itamaraty estão os de assistente da Divisão de Cooperação Científica e Tecnológica (1983-1984), assessor do Departamento de Promoção Comercial (1984-1985) e Subsecretário-Geral da África e do Oriente Médio (desde 2018).

A Hungria é um país autônomo desde 1918, quando, após a 1ª Guerra Mundial, foi extinta a monarquia que por mais 50 anos uniu a Áustria e a Hungria em um único império. Após a 2ª Guerra Mundial, em 1945, ficou sob o guarda-chuva da antiga União Soviética até 1989, quando foi um dos primeiros países do antigo bloco comunista a tornar-se novamente uma democracia. A embaixada brasileira fica na capital, Budapeste.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)