CRE aprova indicados para embaixadas brasileiras na França e em Portugal

Da Redação | 19/06/2019, 17h13

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) sabatinou, nesta quarta-feira (19), os indicados para as embaixadas do Brasil em Portugal e na França. Carlos Alberto Simas Magalhães, indicado para representar o Brasil em Portugal, e Luís Fernando Serra, indicado para a representação brasileira na França e em Mônaco, foram aprovados na comissão. As indicações ainda precisam ser analisadas pelo Plenário do Senado.

Durante a reunião, os senadores destacaram a importância de o país ampliar as relações comerciais com os países europeus. Também discutiram a imigração brasileira.

O senador Esperidião Amim (PP-SC) defendeu uma aproximação maior do Brasil com a França, ao citar a saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado Brexit.

— A França, de qualquer forma, tem o seu papel elevado com o anúncio do Brexit. E eu acho que nós precisamos, o mundo e o Brasil precisam, que a União Europeia dê certo. Acho que o seu papel, o senhor certamente compreende isso, é de participação na construção de um equilíbrio na redução do desequilíbrio nas relações internacionais — afirmou o senador a Luís Fernando Serra.

O indicado para a embaixada na França e em Mônaco defendeu que o Mercosul faça acordos com o Reino Unido no caso de sair da União Europeia.

— O Brexit, não sei se é inevitável, mas eu tenho a impressão de que, se for consumado, o Mercosul deveria iniciar rapidamente as negociações para um acordo comercial com essa Grã-Bretanha que estaria separada da União Europeia.

O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) destacou a importância de o Brasil atrair turistas europeus.

— É impressionante observar como o Brasil ainda claudica em matéria de turismo. Um país com as dimensões que temos, com o tamanho que nós temos, e lamentavelmente temos um movimento turístico muito pequeno — avaliou, destacando que é importante aprender com o modelo de Portugal, um dos países que mais atraem turistas no mundo.

Já o indicado para a embaixada de Portugal defendeu investimentos no consulado, ao citar o aumento da entrada de brasileiros no país.

— O perfil da nossa migração está mudando. Nós tivemos muita gente de poucos recursos, que num primeiro momento migrava para Portugal na busca de novas oportunidades. Hoje em dia temos muitos aposentados brasileiros, temos classe média e média-alta, também se deslocando. A demanda sobre nossa rede consular tem sido muito grande. E isso significa que eles exigem uma atenção especial — afirmou Simas Magalhães.

Da Rádio Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
14h37 Dívidas tributárias: A comissão mista aprovou o relatório para a MP 899/2019, que permite a renegociação de dívidas tributárias com a União e regulamenta a transação tributária. A MP segue para os plenários da Câmara e do Senado.
13h49 Reforma tributária: Comissão da reforma tributária da Congresso será instalada hoje às 15h na presidência do Senado. Davi Alcolumbre confirmou que todas as indicações partidárias já foram feitas.
12h06 Tecnlogia 5G: A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou o Requerimento 62/2019, para criar uma subcomissão temporária para acompanhar a implantação da tecnologia 5G de telefonia móvel. O colegiado vai ser composto por cinco senadores.
Ver todas ›