Chico Rodrigues pede relatórios a CGU sobre uso inadequado do Fundo Amazônia

Da Rádio Senado | 17/05/2019, 16h01

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR) comentou nesta sexta-feira (17) relatórios da Controladoria-Geral da União (CGU) sobre o uso inadequado dos recursos do Fundo Amazônia. O parlamentar destacou que se trata de um programa importantíssimo, que tem o objetivo de compensar os estados e municípios pelas ações de preservação da floresta.

No entanto, disse Chico Rodrigues, a CGU comprovou que esses recursos, inclusive internacionais, não foram bem aplicados, sendo usados para pagar salários gigantescos de funcionários e de terceirizados ou, em 82% dos casos, para financiar projetos que não foram escolhidos com critérios técnicos.

O senador pediu que a controladoria encaminhe ao Congresso esses relatórios, para que os parlamentares possam cobrar uma auditoria que mostre quem foram os que praticaram desvios na aplicação desses recursos.

Ele informou ainda que, na segunda-feira (20), pretende fazer uma consulta direta sobre o tema à CGU e ao BNDES, que armazena e depois libera essas verbas (que chegariam a R$ 1,5 bilhão), vitais para a Amazônia.

— Recursos de importância fundamental para as regiões brasileiras, para o nosso país como um todo, e, por que não dizer, no conceito global, porque nós temos florestas que produzem o oxigênio de que precisamos para respirar — disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
20h25 Armas: Senadores analisam o PL 3.715/2019, que permite ao proprietário de um imóvel rural ter arma de fogo em qualquer parte da propriedade e não apenas na sede, como prevê a lei hoje.
20h21 Medidas contra a corrupção: Apreciados os trechos destacados, volta à Câmara o PLC 27/2017, com as medidas contra a corrupção e também a criminalização do abuso de autoridade cometido por magistrados e membros do MP.
20h06 Medidas contra a corrupção: Plenário aprova texto base do PLC 27/2017, com medidas contra corrupção, que prevê criminalização do abuso de autoridade cometido por magistrados e membros do MP. Ainda falta votar o destaque feito à matéria.
Ver todas ›