Projeto que facilita pagamento de precatórios por estados deve voltar para a CAE

Da Redação | 15/05/2019, 17h13

O Plenário do Senado retirou de pauta nesta quarta-feira (15) o projeto de lei que abre caminho para que os estados paguem precatórios pendentes junto à União. O PLS 163/2018 deverá ser alvo de um requerimento, na próxima semana, para voltar à análise da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), onde havia sido aprovado no ano passado.

O projeto permite que os precatórios sejam excluídos do teto de crescimento das despesas correntes anuais dos estados, estabelecido pela Lei Complementar 156, de 2016. Dessa forma, as unidades da federação terão mais abertura para pagarem esses débitos através de depósitos judiciais.

O relator da proposta, senador Otto Alencar (PSD-BA), se manifestou de acordo com o retorno para a CAE, e disse que a nova composição da comissão poderá aprimorar o texto que havia sido aprovado em 2018.

O senador Esperidião Amin (PP-SC), um dos autores do requerimento, agradeceu a Otto pela compreensão e afirmou que o projeto será importante para solucionar as dívidas "impagáveis” que os estados têm com a União. Para ele, os sucessivos governos federais têm praticado “agiotagem” com os estados, inviabilizando a quitação dos débitos.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
18h09 Uso do solo brasileiro: Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprova requerimento para a realização de audiência pública sobre as políticas para o melhor uso do solo brasileiro.
18h03 Biomas brasileiros: A Comissão de Meio Ambiente (CMA) aprovou requerimento para realização de debate sobre a conservação dos biomas brasileiros.
18h01 Desenvolvimento e meio ambiente: A Comissão de Meio Ambiente aprovou o Requerimento 18/2019, sobre audiência pública para discutir a visão das novas gerações sobre o desenvolvimento e meio ambiente.
Ver todas ›