Para Gleisi, Lula está sendo vítima de injustiças e 'descalabros'

Da Redação | 13/11/2018, 15h54 - ATUALIZADO EM 13/11/2018, 16h09

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) denunciou nesta segunda-feira (13) o que chamou de injustiças e descalabros contra o ex-presidente Lula. Ela citou o depoimento que ele fará amanhã no processo judicial que investiga as reformas no sítio de Atibaia.

— Amanhã o depoimento do presidente Lula é sobre esse processo: um sítio que não é dele, de uma reforma que ele não pediu e não conhecia, de um dinheiro que não veio de nenhum contrato oriundo de Petrobras, mas que está sendo julgado por Sérgio Moro em Curitiba, e mais do que isso: Sérgio Moro, nomeado Ministro da Justiça de Bolsonaro, mostrando, portanto, que tem posição política.

Segundo ela, as reformas não foram pedidas por ele e não há provas de que o dinheiro usado no sítio venha de contratos com a Petrobras e as testemunhas assim confirmam.

— Nós não arredamos pé de Lula, não. Nós estaremos lá, junto com o presidente, na frente do tribunal, esperando o seu depoimento. Tenho certeza de que, além do depoimento, Lula trará uma mensagem ao povo brasileiro de alento, de esperança, como ele sempre fez. Lula não está sendo julgado por esse processo; está sendo julgado pelo que representou para o povo brasileiro. Eu fico me perguntando: como um homem de 73 anos, com tantos serviços prestados à nação brasileira, pode estar passando por isso?

A senadora também criticou o juiz Sérgio Moro por não ter se exonerado imediatamente após ter aceito o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para ser o titular do Ministério da Justiça.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)