Flávio Bolsonaro e Arolde de Oliveira são eleitos pelo Rio de Janeiro

Da Redação | 07/10/2018, 22h35 - ATUALIZADO EM 07/10/2018, 22h56

Selo_Eleições_2018Com mais de 4 milhões de votos, Flávio Bolsonaro (PSL) foi o mais votado na disputa por uma vaga ao Senado pelo Rio de Janeiro. O filho de Jair Bolsonaro (candidato que vai disputar o segundo turno para a Presidência da República) obteve 31,3% dos votos válidos (4,37 milhões). O dono da segunda cadeira do estado é o atual deputado federal Arolde de Oliveira (PSD). Ele recebeu mais de 2,3 milhões de votos (17,06%) e superou por pouco Cesar Maia, ex-prefeito do Rio de Janeiro, que terminou a disputa com 2,2 milhões de votos (16,6%).

Carioca de 37 anos, Flávio Bolsonaro está no seu quarto mandato de deputado estadual. Em 2016, concorreu à prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSC, mas não foi eleito. É bacharel em direito e pós-graduado em ciências políticas. É também empresário e presidente do Partido Social Liberal (PSL) no Rio de Janeiro. Seus suplentes são Paulo Marinho e Leonardo Rodrigues, ambos empresários filiados ao PSL.

Da Câmara para o Senado

Arolde de Oliveira, 81 anos, é natural de São Luiz Gonzaga (RS) e deputado federal. Está no nono mandato consecutivo na Câmara dos Deputados, desde 1982. Participou da Assembleia Constituinte, com atuação nas áreas de ciência, tecnologia e comunicações. Presidiu a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara entre 2006 e 2007. Foi secretário municipal de Transportes do Rio de Janeiro (RJ) e secretário estadual de Trabalho. É formado em engenharia. Seus suplentes são Portinho (PSD) e Renata Guerra (PSD).

Os senadores Lindbergh Farias (PT) e Eduardo Lopes (PRB) tentavam a reeleição, mas obtiveram, respectivamente,  10,1% e 3,6% dos votos dos eleitores fluminenses.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)