Novos produtos do ILB/Interlegis serão apresentados em conferência dos Legislativos estaduais em Gramado

Da Redação | 08/05/2018, 20h17 - ATUALIZADO EM 08/05/2018, 20h35

O Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), órgão do Senado, participará mais uma vez da Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais, que este ano será realizada entre 9 a 11 de maio em Gramado (RS). Serão mostradas tanto as novidades na área de educação, quanto as novas ferramentas tecnológicas, disponibilizadas gratuitamente pelo Programa Interlegis para as casas legislativas estaduais e municipais.

São esperados 1.500 participantes na conferência, organizada pela Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais). Eles poderão conhecer os dois novos cursos EaD com tutoria — sobre controle interno e impacto legislativo —, além da experiência do Senado Federal com o programa de formação gerencial, que vem sendo desenvolvido na instituição há três anos. Haverá também informação sobre os cursos de EaD sem tutoria, sempre muito procurados, que disponibilizam conteúdo de interesse do Legislativo.

Já a área de Educação Superior do ILB apresentará conteúdo sobre o tema “A qualificação continuada dos servidores do Legislativo: especialização e mestrado semipresenciais e a participação no projeto da Universidade das Nações Unidas no Brasil”.

Painel eletrônico

Os técnicos do Programa Interlegis, também do Senado, estarão à disposição durante o evento para mostrar as novidades disponíveis para as casas legislativas, em especial a versão atualizada do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), com duas novas funcionalidades: o painel eletrônico e os chamados “textos articulados”.

O painel é uma importante ferramenta de controle, comunicação e transparência nas sessões plenárias. Orienta a mesa e os parlamentares e proporciona aos cidadãos melhor compreensão do que está em discussão e de como estão votando seus representantes, além de facilitar as votações e o controle do tempo.

Já os Textos Articulados são uma nova forma para cadastrar o texto de proposições, matérias legislativas ou normas jurídicas. Com a ferramenta, é possível fazer vinculações entre partes desses documentos. A partir dessas vinculações, o sistema monta uma linha do tempo na norma original, exibindo as diferentes versões no decorrer do tempo, possibilitando recuperar com precisão o texto vigente em determinado momento.

Mais participação

Outra ferramenta que parlamentares e servidores das casas legislativas poderão conhecer é o e-mail legislativo, recém-lançado pelo Programa Interlegis para as casas legislativas.

Mas o destaque será para um conjunto de ações que visam ampliar a participação popular junto ao Legislativo. Técnicos do Senado e da Câmara vão mostrar como funciona o e-Democracia, plataforma de participação popular em projetos, audiências públicas e fóruns.

Eles também farão uma apresentação sobre o Guia do Parlamento Aberto, iniciativa liderada pelo Senado, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa de Minas Gerais dentro da chamada OGP (da sigla em inglês para Parceria para um Governo Aberto). O trabalho já conta, inclusive, com um site, ainda em fase de desenvolvimento, mas que pode ser consultado em: https://www.parlamentoaberto.leg.br/.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
12h39 Partilha do pré-sal: A Comissão de Assuntos Econômicos aprovou o projeto que define as novas regras para partilha da arrecadação com o leilão de petróleo do pré-sal. O PL 5.478/2019 vai ao Plenário com urgência.
12h07 Capital Nacional dos Atiradores : A Comissão de Educação aprovou o Projeto de Lei 4.674/2019, que nomeia Jaraguá do Sul (SC) como a Capital Nacional dos Atiradores. A matéria segue para o Plenário.
12h01 Dedução no imposto de renda: Comissão de Educação aprovou o Projeto de Lei 5.103/2019 que prorroga até 2024 a dedução no IR de valor investido em obra audiovisual. A matéria segue para a CAE.
Ver todas ›