Lasier repudia ataque de militantes do MST a parque gráfico de O Globo

Da Redação | 08/03/2018, 12h50 - ATUALIZADO EM 08/03/2018, 15h00

O senador Lasier Martins (PSD-RS) lamentou a invasão de militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ao parque gráfico do jornal O Globo nesta quinta-feira (8), no Rio de Janeiro. O parlamentar leu nota de repúdio assinada pela  Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ).

De acordo com a nota, cerca de 400 integrantes do MST ocuparam o local, levando baderna e vandalismo às instalações. Muitos dos manifestantes, armados com facões, fizeram pichações em vidraças, sofás, paredes e no piso do jornal, além de atearem fogo em pneus. Segundo Lasier, a ação foi um ataque à liberdade de imprensa.

— Nós estamos vivendo uma época em que tanto se luta pela completa democracia e se exalta as mulheres e vemos com pesar que a grande maioria das pessoas que invadiram o parque gráfico eram mulheres  — disse.

Exames

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o senador defendeu a aprovação Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 377/2015, que susta uma portaria do Ministério da Saúde que restringiu o acesso de mulheres de 40 a 49 anos aos exames mamográficos para detecção precoce de câncer de mama, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)