Aprovado crédito de R$ 177 milhões para cadastro de benefícios previdenciários

Da Redação | 08/11/2017, 21h39 - ATUALIZADO EM 08/11/2017, 22h22

O Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (22) a abertura de crédito suplementar no valor de R$ 177 milhões para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O dinheiro será destinado ao processamento de dados de benefícios previdenciários (R$ 133,7 milhões) e para gestão de cadastros da Previdência (R$ 43,3 milhões). O valor está previsto em proposta (PLN 18/2017) enviada pelo Executivo, com total de R$ 233 milhões em recursos.

Outra parte dos recursos (R$ 55,8 milhões) está será para projetos ligados à promoção do trabalho decente e economia solidária. Segundo o Executivo, o dinheiro será usado para manutenção e desenvolvimento de sistemas para pagamento do Seguro Desemprego no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Os recursos virão do cancelamento de verbas para a rede de atendimento do Seguro-Desemprego do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e para tecnologias de acesso à água para consumo humano e produção de alimentos na zona rural.

O deputado Bohn Gass (PT-RS) criticou as mudanças feitas pelo governo no Orçamento. De acordo com o deputado, isso ocorre com vários projetos, mas, no caso específico, são retirados recursos para a irrigação no Nordeste a fim de atender outros interesses localizados. Esses interesses, lembrou, podem ser de parlamentares que votaram pelo arquivamento da denúncia contra o presidente.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)