Ana Amélia elogia operação da PF e defende combate à corrupção na saúde pública

Da Redação e Da Rádio Senado | 07/11/2017, 14h59 - ATUALIZADO EM 07/11/2017, 15h01

A senadora Ana Amélia (PP-RS) elogiou nesta terça-feira (7) a Operação Marcapasso, deflagrada pela Polícia Federal, que prendeu envolvidos em esquema que fraudava etiquetas de validade de materiais usados em cirurgias cardíacas no maior hospital de Palmas, no Tocantins. Segundo a senadora, a empresa falsificava etiquetas de validade para usá-las em materiais já vencidos.

Ana Amélia lamentou que, além da falta de dinheiro, o setor de saúde também sofra com a corrupção. A senadora defendeu a aprovação de um projeto seu, que tramita na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), e poderia minimizar as irregularidades envolvendo a compra de materiais, órteses e próteses pela administração pública. Segundo Ana Amélia, o Projeto de Lei do Senado (PLS) 17/2015 estabelece regras para esse mercado, com padronização de nomenclatura e definição de critérios para determinação de preço, tudo com o objetivo de inibir fraudes.

— Aliás, a Controladoria-Geral da União, a CGU, constatou desvios na saúde pública, entre 2012 e 2015, superiores a R$ 5 bilhões, ou seja, 27,3% do total de irregularidades em toda a administração pública federal. É um escândalo da dimensão de uma Lava Jato.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)