Lídice da Mata condena ideia de privatização da Caixa

Da Redação e Da Rádio Senado | 18/10/2017, 16h20

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) considera que os planos de privatizações representam uma ameaça ao patrimônio nacional e uma preocupação crescente para o povo brasileiro. Lídice avaliou que a proposta de venda de parte dos bancos públicos não tem “razoabilidade”, mencionando especialmente os objetivos institucionais e o caráter social da Caixa Econômica Federal. A senadora baiana ressaltou que a Caixa é lucrativa e funciona desde o império como “cofre seguro” dos mais pobres.

— Nasceu como forma de captar continuadamente as pequenas economias populares para transformá-las em recursos básicos para financiamento de ações sociais. Chegou-se a designá-la, à época, como banco dos pobres, muito antes de se falar no país em banco do povo.

A senadora também comemorou a eleição do deputado Júlio Delgado como líder do PSB na Câmara dos Deputados. Para Lídice, a escolha representa a resistência do partido às “manobras” do governo federal para derrubar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. A senadora acrescenta que os militantes do PSB estão envergonhados com a postura de alguns de seus correligionários na Câmara que teriam cedido ao governo e deixaram de servir aos interesses partidários.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)