Senadores e produtores pedem mais acesso a tecnologias no campo

Da Redação | 26/09/2017, 14h58 - ATUALIZADO EM 26/09/2017, 15h11

Em audiência pública promovida nesta terça-feira (26) pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), senadores, produtores e autoridades defenderam políticas específicas para incentivar a oferta de veterinários e agrônomos e facilitar o acesso às novas pesquisas e tecnologias no campo, como sementes, equipamentos e adubos. O presidente da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), Valmisoney Jardim, destacou a atuação conjunta da agência com a Embrapa, mas lamentou que muitos avanços ainda não chegam aos pequenos e médios produtores.

— É preciso fazer com que as pesquisas já existentes cheguem até o produtor. E não estamos falando aqui de tecnologia só de máquinas e implementos. Muitas vezes é a maneira do produtor fazer a gestão da propriedade, a maneira com que ele cuida do seu rebanho, do alimento que ali é produzido, que ele cuida dos recursos naturais existentes na sua propriedade, isso é utilizar tecnologia — explicou.

Os senadores também destacaram que a modernização no campo ajuda a aumentar a produção de alimentos e a renda dos trabalhadores. A senadora Ana Amélia (PP-RS) destacou a importância das novas tecnologias nas lavouras e nos rebanhos.

— Hoje, de toda a produção agropecuária brasileira, da agricultura familiar, do quilombola, de tudo, 68% é tecnologia. Por isso nós chegamos aonde chegamos — declarou.

Até o final deste ano, a CRA deve analisar os problemas e prioridades da pesquisa agropecuária no Brasil e sugerir mudanças na lei para aperfeiçoar a política do setor.

Da Rádio Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)