Senado aprova nome de José Cesário Cecchi para diretor da ANP

Da Redação | 20/09/2017, 18h34 - ATUALIZADO EM 20/09/2017, 21h35

Foi aprovada em Plenário nesta quarta-feira (20) a indicação do economista José Cesário Cecchi para o cargo de diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Cecchi obteve o título de mestre em Engenharia Nuclear e de doutor em Engenharia de Produção pela mesma instituição.

Trabalha na ANP desde 1998. Lá, iniciou como assessor especial da diretoria, exercendo, atualmente, a função de superintendente de Comercialização e Movimentação de Petróleo, seus Derivados e Gás Natural. Paralelamente a isso, tem atuado como professor adjunto no Departamento de Engenharia Mecânica da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ) desde 2000.

Petrobras

Cecchi foi sabatinado na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) na semana passada. Defendeu a nova sistemática de preços da Petrobras para a gasolina e o diesel – que levou a sucessivos reajustes nas últimas semanas – e a venda de ativos da Petrobras. Ele enfatizou que não cabe à ANP regular o quanto é cobrado nas bombas, mas ponderou que a volatilidade dos valores (para “cima e para baixo”) é positiva para o mercado.

Outro assunto que predominou durante a sabatina foi a venda de ativos da Petrobras. A empresa tem como meta realizar 21 bilhões de dólares em parcerias e desinvestimentos no biênio 2017/2018, o que incluirá a saída da estatal de alguns setores não associados a seu negócio principal, como é o caso da produção de fertilizantes. Aos senadores, Cecchi manifestou apoio à venda de setores que dão prejuízo à empresa. Segundo ele, a Petrobras tenta focar no pré-sal para recuperar sua saúde financeira.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)