Relator da denúncia contra Lindbergh no Conselho de Ética será sorteado na terça

Da Redação | 24/08/2017, 16h12 - ATUALIZADO EM 29/08/2017, 16h26

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado reúne-se na terça-feira (29) para a definição do relator da denúncia contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) por quebra de decoro parlamentar. A acusação foi aceita no dia 10 de agosto pelo presidente do conselho, senador João Alberto Souza (PMDB-MA).

A Denúncia (DEN) 2/2017 foi registrada pelo senador José Medeiros (Pode-MT) que argumenta que Lindbergh “impediu a continuidade regular” da última reunião do conselho, no dia 8 de agosto. Medeiros exige uma medida disciplinar pelo comportamento do líder do PT. Segundo ele, Lindbergh teria “ofendido” e “agredido” os parlamentares presentes, questionado a autoridade do conselho e do presidente do colegiado, além de ter “incitado o tumulto” na reunião.

A sessão do dia 8 destinava-se a sortear o relator da representação, também protocolada por Medeiros, contra as seis senadoras que ocuparam a mesa do Plenário no dia da votação da reforma trabalhista. A sessão chegou a ser suspensa pelo presidente do conselho, para restabelecimento da ordem.

Na ocasião, o senador Lindbergh, que não é membro titular do colegiado, criticou o arquivamento pelo Conselho de Ética do pedido de cassação do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG). A denúncia dizia respeito às conversas gravadas entre Aécio e o dono da JBS, Joesley Batista. Chegou a ser apresentado recurso contra o arquivamento do pedido, mas este não foi aprovado pelo conselho.

A reunião do Conselho de Ética será realizada às 15h, na sala 2 da Ala Nilo Coelho, no Anexo 2 do Senado.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)