Nome do novo embaixador brasileiro em Bangladesh é aprovado em Plenário

Da Redação | 07/06/2017, 18h03 - ATUALIZADO EM 07/06/2017, 20h00

O Plenário aprovou nesta quarta-feira (7) a indicação de João Tabajara de Oliveira Júnior para o cargo de embaixador do Brasil em Bangladesh. O diplomata está na carreira há mais de 30 anos e já ocupou postos nas embaixadas na República Tcheca, França e Malásia. Desde 2015, é ministro-conselheiro da Embaixada em Angola.

Em sabatina na Comissão de Relações Exteriores  e Defesa Nacional (CRE), no início de junho, João Tabajara destacou o potencial de importação de produtos brasileiros no país asiático e informou que a reabertura da embaixada brasileira, em 2010, possibilitou trocas comerciais expressivas.

— É nítida a diferença que isso faz. Já a partir de 2011 o intercâmbio entre os dois países superou US$ 1 bilhão, e desde 2015 só a parte referente a nossas exportações também já ultrapassou US$ 1 bilhão — informou aos senadores.

O embaixador indicado também confirmou que o Brasil já foi formalmente convidado a participar da próxima Feira Internacional de Comércio em Bangladesh, no início de 2018. A seu ver, será mais uma oportunidade para que setores empresarias brasileiros realizem negócios com um país ainda muito carente em infraestrutura industrial e na agricultura.

Bangladesh

Bangladesh é uma república parlamentarista, com população em torno de 160 milhões de habitantes. Sua capital é Daca e a língua oficial é o bengali. Dados de 2015 apontam um Produto Interno Bruto (PIB) Nominal de US$ 195,079 bilhões e um PIB Per Capita de US$ 1.212.

As relações diplomáticas com o Brasil se estabeleceram 1972. A presença oficial brasileira em Bangladesh iniciou-se com a abertura da embaixada em Daca, em 1974, a primeira de um país latino-americano no país.

De acordo com o Itamaraty, há grande potencial de cooperação entre os dois países. Brasil e Bangladesh têm iniciativas bem-sucedidas na área social, voltadas ao combate à pobreza, que poderiam ser adaptadas às peculiaridades de cada um.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)