Comissão de Meio Ambiente aprova hidrelétrica em área indígena em Santa Catarina

Iara Guimarães Altafin | 15/09/2015, 13h31 - ATUALIZADO EM 15/09/2015, 14h10

Foi aprovado nesta terça-feira (15), na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), o Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 53/2014, que autoriza o Poder Executivo a construir uma pequena central hidrelétrica (PCH) no Rio Irani, dentro das terras indígenas Toldo Chimbangue I e II, em Santa Catarina.

O texto é de autoria do ex-senador Luiz Henrique (1940-2015), e contou com voto favorável do relator, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), lido na reunião por Donizeti Nogueira (PT-TO).

Os senadores afirmam que a construção de pequenas centrais hidrelétricas ajuda a atender a crescente demanda por energia elétrica e a reduzir a necessidade de uso de termelétricas, que são poluentes.

Conforme o projeto, a autorização para a implantação do empreendimento hidrelétrico no Rio Irani, em parte da área da Terra Indígena Toldo Chimbangue, depende de estudos de viabilidade técnica, econômica, ambiental e antropológico.

Acir Gurgacz apresentou emenda da redação, para ajustar o texto à terminologia utilizada na Lei 6.938/1981. A matéria vai à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
19h10 Empréstimos externos: Os senadores aprovaram o PRS 16/2021, que autoriza aditamentos contratuais a operações de crédito externo da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Texto vai a promulgação.
18h38 Empréstimos externos: Os senadores aprovaram o texto principal do projeto que autoriza aditamentos contratuais a operações de crédito externo da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios (PRS 16/2021). Seguem votando destaque de emenda.
18h22 Jornalistas microempreendedores: Após aprovação do texto principal, o PLP 30/2021 foi retirado de pauta para que sejam analisados pedidos de destaques à proposta. O PLP permite aos jornalistas se tornarem microempreendedores individuais.
Ver todas ›